exposição transarquitetônica – arte e arquitetura

03.fev.2015

Mais do que uma obra de arte, a instalação Transarquitetônica, de Henrique Oliveira se propõe a ser um lugar. Um lugar para que se vivencie fisicamente toda a magnitude do mais novo trabalho realizado pelo artista.

Exposição Transarquitetônica

Em exposição no Museu de Arte Contemporânea da USP, em São Paulo, a obra ocupa 1.600 m², num emaranhado de túneis que mesclam arquitetura, pintura e escultura. Henrique Oliveira precisou de dois meses, mais de 200 mil parafusos, alvará de construção e permissão dos bombeiros para realizar a exposição. Além da magnitude envolvida, o local em si também representava um desafio à parte. O edifício do MAC USP foi projetado por ninguém menos que Oscar Niemeyer, com a forte personalidade do arquiteto impressa em cada coluna.

Exposição Transarquitetônica - Visão Superior

O resultado é majestoso e apreciá-lo de diferentes pontos de vista torna-se parte da experiência. Quando observada de cima, a instalação se parece com um conjunto de gigantescas raízes (feitas em tapume) que emergem do solo, mas de dentro é possível percorrer seus túneis, que revelam texturas variadas, com alguns percursos feitos em tijolo, pau a pique e cimento. Para o curador Tadeu Chiarelli “(…) o visitante é instado a refletir sobre as diversas transformações passadas pela arquitetura desde o racionalismo modernista – que é a tônica que rege o edifício de Niemeyer onde a peça está inserida – até as cavernas que serviam de abrigo ao homem e à mulher há milênios”.

Projeto da Exposição

Estrutura dos túneis da exposição

Montagem da exposição

A experiência de caminhar pela instalação nos faz questionar se essa busca por conforto aliado à tecnologia é de fato uma evolução. Quando estamos na extremidade oposta à evolução nos sentimos em uma caverna, em um tronco de árvore; é apertado, é menos iluminado, mas é onde o corpo se sente mais acolhido e protegido. Quando vamos nos aproximando da evolução tudo vai ficando mais gelado, com uma luz forte que incomoda a visão, tudo é branco e limpo, mas assusta. Seria essa uma ‘involução’ na vivência do morar?

Tunel da Exposição Transarquitetônica

Essa é a maior instalação realizada por Henrique até hoje, mas as majestosas obras em tapume já são marca registrada do artista. Aos 41 anos, o paulista de Ourinhos já expôs seus trabalhos em países como França, Bélgica, Estados Unidos e Austrália.

Transarquitetônica tem exposição gratuita até o dia 30 de novembro. Você mora ou está de passagem por São Paulo? Então não deixe de vivenciar essa experiência. O MAC USP Ibirapuera fica na Av. Pedro Álvares Cabral, 1301. O espaço está aberto de quarta a domingo, das 10 às 18 horas, e na terça-feira entre 10 e 21 horas (fechado na segunda-feira).